sábado, 28 de outubro de 2006

Paitio.

Dia desses um amigo se tornou pai. Conversando com ele eu falava da necessidade do homem ser, verdadeiramente, um pai ao lado do seu filho e não um "tio" como muitos pais são: mal participam do desenvolvimento do seu filho durante a semana, a pretexto de estarem cansados, só saem e brincam com os filhos no final de semana quando batem uma bolinha com eles na pracinha ou vão ao shopping passear.
Felizmente tive a oportunidade de ser um pai completo para meus filhos, desde que nasceram eu faço tudo por eles e com eles, quando nenês trocava fralda, fazia e dava mamadeira, colocava para dormir, dava banho, escolhia e trocava de roupa, levava à pediatra, para vacinar, cortava as unhas, acordava de madrugada para ver se estavam bem pois a esposa tem um sono pesado, media a febre e medicava durante a madrugada, entre outras diversas atividades que me aproximam dos meus filhos de modo a eu ser, provavelmente, a pessoa que os melhor conheça.
Fiz tudo isso porque sou assim, entendo que ser pai é vivenciar cada momento do seu filho sem frescuras, não que a minha esposa fosse ausente ou omissa, eu é que abri meu espaço ao lado dela nos cuidados aos filhos participando ativamente do dia a dia deles desde o nascimento.
Por tudo isso me sinto um pai responsável e participante da vida de meus filhos, ciente de que dei, até hoje, o que pude para contribuir com o crescimento deles, o que reforça o amor que sinto por eles e, provavelmente, o amor que sentem por mim.

4 comentários:

Sarah disse...

Isso acontece menos com os caras q são pais um pco mais tarde. Tenho casos e casos em minha familia, meu avô paterno com 83 anos acabados de fazer (dia 26 de Novembro) - meu pai tem 55 anos - tem uma irmã mais velha (e depois tem só mais um irmão mais novo, com 78 anos) q fez 85 anos no fim de Novembro q engravidou de um grande amigo de meu avô paterno, ela o conhecia desde os 17, 18 anos dele, e engravidou dele qdo ele tinha uns 20, 21 anos, foram forçados a se casar. Esse primo direito de meu pai, primogênito da tia de meu pai, tem atualmente 61 anos e o pai dele - q inclusivamente é padrinho de meu pai - tem 82, dai é um pco mais novo em relação à mãe dos filhos e esposa, q ainda tiveram uma outra filha, de 59 anos feitos a relativamente pco tempo e outro caçula hj com 54! E o primo dierito de meu pai, q tem 61 anos (o primo) tem 2 filhas de cada casamento, a primeira acabou de fazer 36 anos no fim do ano e a outra tem 24. A irmã desse primo (tmb nossa prima) tem um unico filho de 32 anos feitos há pco tempo e o irmão caçula de 54 anos tem só uma unica de 26 anos. Agora, eles (meus tios avós) são bisavós de 2 crianças, uma menininha de 7 anos, filha da prima de 36 anos, neta do primo direito mais velho de meu pai, e um menininho de 3 anos, filho do outro primo q tem trinta e poucos anos, neto então dessa prima de meu pai, portanto os 2 são sobrinhos bisnetos de meu avô, q só teve meu pai, q por sua vez ele e minha mãe me tiveram a mim, meu pai me teve aos 34 anos - e minha mãe com uns 31 e meio mais ou menos, ela fez 53 no começo de Setembro-, tenho 21 (sou de 1 de Julho de 1985). Agora, realmente tem um lado interessante na familia desse padrinho de meu pai.

Sarah disse...

Bem, depois, esse padrinho de meu pai tinha um irmão mais velho q faleceu com setenta e muitos anos, se fosse vivo teria uns 85, mas a esposa ainda é viva com 83 anos e tá internada num ótimo lar de idosos, ela nem tá inválida e tá mais ou menos independente. Eles já foram uns pais bem tardios. Esse se casou um pco depois de seu irmão mais novo (e unico), q é cunhado de meu avô paterno e padrinho de meu pai, q se casou mto novinho, pois minha tia avó tava grávida dele, mas seu irmão mais velho q tou falando, mais a esposa, tiveram 5 filhos, o mais velho tem 59, a seguir outra q acabou de fazer 57 anos, um outro de 50, uma de 44 ou 45 mais menos, e um outro caçula com cerca de 38 anos no máximo, ou seja, os 2 já foram pais tardiamente, e sempre criaram esses filhos na casa dos sogros de minha tia avó, pais do padrinho de meu pai e de seu irmão mais velho, q ele morreu com 86 anos e meio qdo a 3ª neta de minha tia avó (filha unica de seu filho caçula) era nenénzinha, e ela (sogra de minha tia avó) morreu no fim de Julho do ano em q eu nasci, bem nas vésperas de completar 90 anos, meu pai os conheceu e se lembra deles perfeitamente, ele fala q era como se fosse uma especie de avós dele, q tmb de vez em quando cuidavam dele. Mas basicamente, é isso, esses senhores tiveram esses netos e conheceram bisnetos (cujos quais são nossos primos), ah e em relação ao cunhado de minha tia avó, o neto mais velho tem só menos cerca de 5/6 anos q o tio caçula. Aliás, esses mais novos q tiveram os pais bastante mais velhos (tendo em conta a geração de q eram), ainda tinham os avós, q eram donos da casa, mas morreram já velhinhos, com bisnetos, mas esses netos mais novos ainda eram mto novinhos, e se já faziam uma grande diferença (o mais novo de todos mto mais ainda) em relação aos pais, qto mais dos avós, né!

Anônimo disse...

O que comentar após tamanha sabedoria acima? Sem palavras ;-)
Tera Giga pra ti!!

Sexy girl disse...

Bem, eu já falei no post "Quatro e Um" sobre o meu bisavô k morreu com noventa e mts anos já eu tinha 15 anos (e alguns dos outros bisnetos ainda eram mais velhos) esse como referi teve de se casar mto novo e teve os filhos mais velhos (a minha avó paterna é a segunda) mto novo... Bom, o meu pai e a minha mãe só me tiveram a mim, mas casaram-se uns anos antes de eu nascer, e a minha mãe engravidou pla 1ªa vez qse 5 anos antes de mim, mas perdeu espontâneamente aos
3 meses, infelizmente, se tivesse existido, teria uns 27 anos hj. Na prática só sou eu, como referi tmb k o meu pai é filho único dos pais dele tmb, e o meu pai é 2 anos mais novo q a minha mãe, a mãe tem 54 anos e o pai 52 (a propósito, o meu avô paterno fez 80 anos no fim de semana de há 15 dias atrás). Ah, eu
fiz umas referências no post abaixo
"Quatro e Um" sobre os parâmetros familiares, e ainda acrescento k o meu tio avô de 70 anos foi o unico k teve 4 filhos, 2 de cada casamento diferente. Os mais velhos
têm, a pessoa mais velha uns quarenta e tal e o sugundo quase 40. Os do segundo casamento Têm a filha mais velha dos 2 em comum (q é a sua 3ª filha) tem uns 33 anos, e o filho mais novo vai fazer 24 anos em Abril (ou seja, é qse da minha idade) e é primo direito do meu pai -outro pormenor, a mãe deste rapaz tem 63 anos, e a 1ª esposa e mãe dos filhos mais velhos do meu tio avô já tá com 70 anos tmb quase- e o curioso é k o meu pai tem uma prima direita mais velha (k é a sobrinha mais velha da minha avó paterna) k já é avó (ela tem 56 anos e o neto tem 2 aninhos)
ah e a neta mais velha desse meu tio avô mais novo é filha do filho mais velho, ela tem 17 anos. Mas tmb isto é td uma familia unida, dá-se td mto bem, algumas destas pessoas têm dinheiro e têm casas perto das prais da costa Alentejana (k podem ser usufruidas por avós, filhos, netos... Mas realmente tmb há casos de grandes contrastes familiares!!!